NÚCLEO DE ÓPERA DA ACC


Bem-vindo a página do Núcleo de Ópera da ACC! 
Fique sabendo um pouco mais sobre nossas atividades!!!



Um breve resumo da ópera

Hoje, a maior parte das produções líricas do Rio de Janeiro é produzida pelo Theatro Municipal, ou por escassos projetos culturais relacionados ao gênero, ou ainda pelas atividades operísticas das universidades federais. Porém a história conta que o Rio de Janeiro possui uma longa e constante relação com a ópera, e desde os primeiros tempos do período colonial existem registros de encenações em nossa cidade. No entanto, é quando a família real estabelece residência no país que o número de produções cresce de maneira notável. A partir de então, muitos teatros foram construídos especialmente para o gênero, e mais de cem óperas eram levadas todos os anos. Ainda após este período tão fertil, as portas se mantiveram abertas para um século XIX rico em produções, destacando-se a obra de Carlos Gomes e a ideia de construção de um movimento operístico originalmente brasileiro.

Núcleo de Ópera. Sexteto da ópera Lucia di Lammermoor, de G. Donizetti. Cidade das Artes, jun. de 2018.


No século XX a produção de ópera continua em alta. Da década de 1930 até os anos 90, havia uma intensa atividade operística na cidade, realizada por várias sociedades líricas, entre elas a ABAL (Associação Brasileira do Artistas Líricos), TOG/(TORJ - Teatro de Ópera do Rio de Janeiro); SALB (Sociedade Brasileira dos Artistas Líricos); CAL (Caravana dos Artistas Líricos); Amaury Renê Produções, Ópera Brasil, SOMUSICA, entre outras. As encenações eram feitas no TMRJ, Automóvel Clube do Brasil, Teatro Dulcina, Teatro Glauce Rocha, Teatro Villa-Lobos, Theatro João Caetano, Teatro Arthur Azevedo, entre outros. Agosto era denominado o Mês da Ópera e as sociedades produziam suas óperas para serem encenadas, geralmente, num teatro da Funarte, pois havia apoio do Governo Federal. Além disso, todas as segundas-feiras, a SALB encenava uma ópera completa, no Teatro Glauce Rocha.


Integrantes do Núcleo de Ópera da ACC. Temporada 2018


 O NÚCLEO DO ÓPERA DA ACC



Agora, com a criação do Núcleo de Ópera, a ACC passou também a colaborar e incentivar a manutenção da tradição do teatro de ópera no Rio de Janeiro, fazendo concertos mensais de trechos variados e produzindo títulos com regularidades. 


Integrantes do Núcleo de Ópera da ACC. Temporada 2018
Integrantes do Núcleo de Ópera da ACC. Temporada 2018
Para participar é preciso ser aluno de canto com alguma experiência, cantor em formação ou profissional, e é necessário o envio de curriculum e/ou audição. O curriculum deve ser enviado para o e-mail secretaria@acc.art.br, e as audições podem ser marcadas através deste mesmo e-mail ou pelos telefones da associação.

O objetivo principal é incentivar os cantores a participarem como solistas nas produções da ACC, tanto em concertos corais, sinfônicos, líricos, musicais, operetas e óperas. Para isso, trabalha-se o repertório através de ciclos de ensaios semanais e minuciosos acompanhados ao piano, visando à preparação vocal, musical e cênica do cantor em cada obra. Portanto, o foco principal do Núcleo é proporcionar a vivência do palco aos seus cantores, porém sem deixar de dar a devida atenção para a qualidade artística através dos ensaios regulares, além dos eventuais masterclasses de canto lírico e palestras sobre a história e títulos de óperas com a participação de profissionais convidados pela a ACC.



Núcleo de Ópera e Coro Sinfõnico da ACC. Ópera L'Elisir d'Amore.


Desde 2017, quando a o Núcleo de Ópera  foi criado, dois títulos foram produzidos, Il Trovator, de Giuseppe Verdi, e L’Elisir d’Amore, de Gaetano Donizetti. Entretanto, em 2019, o núcleo está se expandindo com novos pianistas, maestros preparadores, nova sala de trabalho e mais dias de ensaios, agora na segunda e terça às 20 h, e as quartas às 14 h. Por isso, a programação também será mais extensa! Para esta temporada teremos; a ópera Theodora, de G.F. Haendel, em parceria com a Camerata Vocal da ACC; a ópera Lucia de Lamermoor, de G. Donizetti, com o Coro Sinfônico da ACC; e a ópera Suor Angelica, de G. Puccini, em parceria com o Coro de Câmara Lírico Feminino Portanto, três títulos de mulheres fortes e que vivenciam ações dramáticas de grande intensidade, abrangendo estilos operísticos respectivamente dos séculos XVIII, XIX e XX, proporcionando emoções diferentes mas sem dúvida, muito impactantes ao público.

INSCRIÇÕES ABERTAS


Os interessados no Núcleo de Ópera devem fazer suas inscrições na própria secretaria da ACC ou através do e-mail secretaria@acc.art.br. Será necessário enviar um breve curriculum, e marcar uma audição.

Pianista: Felipe Naim (Núcelo de segunda-feira)
Maestro Preparador e Pianista: Cláudio Ávila (Núcleo de terça-feira)
Pianista: Ramon Theobald (Núcleo de quarta-feira)

Direção Musical: Jésus Figueiredo
Direção Geral do Núcleo de Ópera: Pedro Olivero

Horário de Ensaio: Segundas das 20 h às 21h50
                                  Terças das 20 h às 21h50
                                  Quartas das 14 h às 15h50


Mensalidade: R$ 165,00
(Desconto de até 5% para associados)


INSCREVA-SE JÁ: secretaria@acc.art.br  ou (21) 98282-0426
Telefones:  (21) 2524-2805 / (21) 2240-0466
Rua das Marrecas 40, cobertura - Cinelândia - Rio de Janeiro